Consultas do Pré-Natal


O acompanhamento pré-natal é de fundamental importância para garantir uma gestação saudável e tranquila. Através deste acompanhamento pode-se, desde o começo, promover o desenvolvimento saudável do bebê, melhores condições de saúde para a gestante e prevenir precocemente problemas mais sérios. Por isso, é muito importante que toda a gestante faça esse acompanhamento e receba o primeiro atendimento clínico o mais cedo possível. A primeira consulta e a realização do primeiros exames de rotina não devem ultrapassar o primeiro trimestre da gravidez

► 1ª Consulta do Pré-Natal

Nessa primeira consulta serão realizados exames físicos, ginecológicos e alguns exames clínicos. A gestante pode manter, depois da primeira consulta, a freqüência de uma por mês. Neste primeiro trimestre deve ser feita pelo menos uma consulta de pré-natal. É importante ir acompanhada do marido, namorado ou companheiro desde o primeiro atendimento. Muitas informações são valiosas tanto para a gestante quanto para o futuro pai.

O que levar: Para realizar a primeira consulta do Pré-Natal, a gestante deve levar:
    • qualquer documento de identidade com o número de RG (RG, carteira escolar);
    • carteira de Vacinação (se tiver, mesmo que seja de quando era criança);
    • cartão SUS (se tiver).

Atenção: A gestante não será impedida de realizar o Pré-Natal por não ter a Carteira de Vacinação ou o Cartão do SUS. Caso não os tenha ou os tenha perdido, eles serão providenciados no agendamento desta primeira consulta.

O que é feito: Nesta consulta de pré-natal, o profissional deverá:
    • fazer perguntas sobre a saúde da gestante;
    • perguntar por dúvidas que a gestante ou seu companheiro possam ter e tirá-las;
    • medir o peso, a altura, a pressão e a barriga da gestante;
    • avaliar os seios (já pensando na amamentação!);
    • pedir e/ ou realizar exames físicos e ginecológicos;
    • solicitar exames de sangue, fezes e urina;
    • se a gestante estiver entre a 10ª e 12ª semana de gestação já é possível que o profissional de saúde ouça (termo técnico: ausculte) os batimentos cardíacos fetais usando um aparelho chamado sonar;
    • preencher e entregar o Cartão da Gestante.

► Exames pedidos

Na primeira consulta pré-natal serão pedidos os seguintes exames:
• Hemograma
• Tipagem sanguínea
• Glicemia
• Sorologia para sífilis
• Anti-HIV
• Sorologia para hepatite B
• Sorologia para toxoplasmose
• Urina – Tipo 1

Estes exames são realizados a partir de coletas de sangue e urina. Geralmente serão agendados, pois é necessário jejum e a sua realização dependerá da disponibilidade do serviço. Estes são os exames mínimos determinados pelo Ministério da Saúde. Além destes, outros podem ser definidos como obrigatórios pelas Secretárias de Saúde de cada município.

Ainda nesse trimestre, outros exames podem ser pedidos de acordo com a necessidade: em caso de risco de verminose (protoparasitológico de fezes), infecção vaginal (cultura ou bacterioscopia de secreção vaginal), câncer no colo do útero (papanicolaou/ preventivo), para confirmar uma infecção urinária (urocultura), para acompanhar o desenvolvimento do feto (ultrassonografia), entre outros.

Onde realizar: A maioria dos exames é realizada na UBS, exceto a ultrassonografia que, para ser realizada, precisará de encaminhamento médico para outro serviço de saúde e está sujeita à fila de espera.

Custo: Todos os exames são gratuitos.

Saiba mais: Para ter mais informações ver a seção Exames.


► Cartão da Gestante

É um documento fornecido pelo serviço de saúde e que será entregue à gestante na primeira consulta de pré-natal. Este cartão ficará com a gestante e deve ser apresentado em todas as consultas realizadas durante a gravidez. A cada consulta, o cartão é atualizado, permitindo um acompanhamento mais adequado e qualificado em qualquer serviço de saúde que venha ser utilizado pela gestante (parto, exames, situação de emergência entre outros).

O que deve ser anotado Cartão da Gestante: No primeiro trimestre devem ser anotados nome, idade, tempo de gestação, data da última menstruação, data provável do parto, histórico de doenças e de gestações anteriores (se houver), o número de cadastro do SIS-PRENATAL e do Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS); serviço de saúde onde será o parto, os resultados dos exames, valores da altura, peso, pressão arterial, altura uterina e acontecimentos durante a gestação, data da próxima consulta e informações sobre a vacinação.

                                                                                                                         [Voltar]